Que a pele reflete nossa saúde em geral, não é novidade, mas há situações em que alterações cutâneas podem indicar uma neoplasia interna (câncer), muitas vezes sendo o primeiro sinal da doença.

Basicamente existem 2 tipos de manifestações na pele de tumores de outras regiões:

  • Manifestações indiretas – Síndromes Paraneoplásicas, nas quais não há células tumorais na pele;
  • Manifestações diretas – metástases ou infiltrações de tumores nas quais há presença de células tumorais na pele. A biópsia de pele, nesses casos, pode revelar a origem do tumor.

As manifestações paraneoplásicas na pele não são comuns, mas é muito importante seu conhecimento, pois pode permitir o diagnóstico precoce e consequentemente maior chance de cura de um câncer.

Tais alterações ocorrem devido à produção de substâncias pelas células tumorais, que agem à distância.

 

Acantose nigricante maligna

 

Chama a atenção pelo início súbito e acometimento rápido de grandes áreas. Deve ser diferenciada da forma benigna, relativamente comum.

A principal característica é escurecimento, principalmente em áreas de dobras, que passam a ficar espessadas chegando a ter aspecto verrucoso. Pode surgir antes, ao mesmo tempo ou depois da descoberta do câncer, em sua maioria de órgãos abdominais, especialmente estômago.

Paciente apresentando espessamento cutâneo com rugas exageradas e escurecimento das regiões orbicular, perilabial e cervical.Fonte: Anais Brasileiros de Dermatologia

 

Acantose palmar

Espessamento da palma difuso, amarelado, aveludado, com acentuação dos sulcos. Em 90% dos casos há associação com carcinoma, especialmente de estômago e pulmão.

Mullans EA, Cohen PR. Tripe Palms: A Cutaneous Paraneoplastic Syndrome. South Med J 1996 Jun;89(6):626-7

 

Erytema gyratum repens

Trata-se de uma manifestação rara, cujas lesões regridem após o tratamento do tumor, mais comumente pulmonar. As lesões são avermelhas, formando desenhos na pele formando figuras arredondadas que evoluem cerca de 1 cm ao dia, tendo as bordas descamativas.

Tobacco Use and Skin Disease South Med J. 2001;94(6)

 

Acroqueratose paraneoplásica

Inicia com lesões vermelho-violáceas, descamativas, geralmente na ponta do nariz, orelhas e extremidades dos dedos, evoluindo com espessamento da pele das palmas e plantas e acometimento de outras regiões do corpo. As unhas geralmente são comprometidas.

Cerca de 80% dos casos estão relacionados aos tumores do trato respiratório e degestivo alto (cavidade oral, laringe, faringe, traqueia, esôfago e pulmão).

 

Hipertricose lanuginosa adquirida

Crescimento de pêlos finos, longos e claros, inicialmente em face e orelhas, com posterior aparecimento em outras regiões. Em mulheres está associada principalmente a tumor colo-retal e em homens a tumor pulmonar.

Actas Dermosifiliogr. 2013; 104:543-53 – Vol. 104 Num.07 DOI: 10.1016/j.adengl.2012.05.026

 

Eritema necrolítico migratório

É caracterizado por lesões avermelhadas que evoluem com presença de bolhas em suas bordas, que se rompem e podem infectar-se por fungos e bactérias. Geralmente há acometimento da língua e cantos da boca, emagrecimento, anemia, dor abdominal, sintomas digestivos e trombose venosa, além de aumento dos níveis sanguíneos de glicose e glucagon. O quadro é altamente sugestivo de glucagonoma, um raro tumor do pâncreas.

Med clínica Vol. 119. Núm. 02. 15 Jun 2002

 

Sinal de leser-trélat

É o surgimento súbito de múltiplas ceratoses seborréicas que aumentam rapidamente em quantidade e tamanho. Há associação principalmente com tumores do trato digestivo, podendo ser o primeiro sinal da doença. Não deve ser confundido com as ceratoses seborréicas que surgem gradativamente com a idade em pessoas com predisposição familiar para desenvolvê-las e não estão associadas a malignidade. Ou seja, as lesões são as mesmas, o que chama a atenção é o modo de surgimento.

www.medicinageriatrica.com.br

 

Pênfigo paraneoplásico

É associado principalmente a alguns tipos de linfomas e leucemias. Muitas vezes, envolve úlceras graves na boca e nos lábio e bolhas na pele.

www.actasdermo.org

 

Existem outras alterações de pele relacionadas a neoplasias internas, mais de 50 já foram descritas. Tal fato ressalta a importância de estarmos atentos aos sinais da nossa pele, o que vale também para o médico, pois em muitos casos a alteração cutânea será o sinal inicial ou o mais evidente da doença de base. Também revela o quão importante é a atuação clínica do dermatologista.

 

Texto by Silvia Santilli

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *